APRENDA A SE PROTEGER DAS ENERGIAS DENSAS E NEGATIVAS QUE LHE PERSEGUEM DIARIAMENTE

A frequência dos ataques energéticos é tão óbvia, que uma pessoa pode até ter uma ótima noite de sono e acordar se sentindo bem, feliz e cheio de disposição. Porém, no trajeto para o trabalho começam os primeiros ataques de energias densas, através de pessoas que estão nesta frequência; mesmo ao chegar ao lugar de destino vai encontrar colegas irritados e ansiosos.

 

 

Todas estas energias pesadas e negras acabam por abater fisicamente e espiritualmente a pessoa. O sentimento de bem estar que sentia, minutos ou horas atrás sumiu, sente a disposição diminuir. No fim do dia, o mundo parece pesar em seus ombros, tem dor de cabeça, de estômago e volta para casa com um humor completamente diferente do que tinha quando saiu.


 
DAY MASTER


E a pior parte leva para dentro de sua casa, para seus filhos, esposa, ou marido, todo o tipo de energia de dor, sofrimento e ódio.

 

Segundo os profissionais que estudam o campo de energia humana, ou aura, isso ocorre porque vivemos num oceano de energias, que na grande maioria são densas e negativas. A posição correta não é reagir da mesma forma, mas proteger a energia vital ou Prana.

 

a

 

Uma técnica para proteger-se dos ataques energéticos:

Procure por um lugar para poder realizar esta técnica, pode ser até um banheiro, toda vez que sentir-se mal, cansado depois de lidar com certas pessoas, como se ela tivesse sugado sua energia.

Não faça a técnica diante de outros pode ser mal interpretado.

 

a

 

Uma maneira de se proteger: cruze os braços e pernas, e tente ficar o mais enrolado possível. Esta forma deixa a aura mais compacta e forte. Mantenha-se nesta posição, mas enquanto estiver assim, recarregue-se com pensamentos de cascatas, sol, harmonia das ondas do mar, e repita em silêncio palavras de gratidão, amor, paz.


 
PHILADELPHIA - O SEGREDO DA VIDA


fonte:

http://www.janeladoconhecimento.com/APRENDA-A-SE-PROTEGER-DAS-ENERGIAS-DENSAS-E-NEGATIVAS-QUE-LHE-PERSEGUEM-DIARIAMENTE

VOCÊ CURITU O SITE?
  • SIM

  • NÃO