Conheça o menino que lembra de sua vida passada em Marte

A humanidade vive na constante pergunta: “Haverá vida em planetas além da Terra?”. Esta pergunta faz com que a comunidade científica expanda suas pesquisas, com inúmeras viagens à outros planetas, envio de sondas e constante monitoramento dos céus.


As teorias de conspiração garantem que alienígenas já visitaram o planeta Terra, e que todas as informações são escondidas pelos governos, a fim de evitar uma comoção generalizada da população. A área 51 nos Estados Unidos é a mais conhecida de todos, e suas histórias percorrem por todo o mundo.

 
PÍLULA VERMELHA

Mas afinal, existe vida além do nosso pequeno planeta?


Segundo este menino  russo, sim. Ou pelo menos o planeta Marte já foi civilizado uma vez.


Boriska4


Boris Kipriyanovich, ou Boriska, desde pequeno mostrou-se ser diferente. Com apenas 8 meses ele já falava frases completas, quase não chorava, com um ano e meio ele aprendeu a ler e adorava ler jornais. Com apenas 3 anos ele já discutia sobre o universo com tamanha propriedade que assustava seus pais. O universo para ele parecia ser um assunto que ele havia estudado por anos, ou que havia conhecido pessoalmente. Segundo os pais do menino, este tipo de assunto nunca foi abordado em casa, e  portanto, não sabiam de onde ele tirava todo este conhecimento.

Mega Curioso


Aos 5 anos, Boriska começou a realmente assustar seus pais. No início a família sentia-se feliz por tamanha inteligência do menino, mas quando ele começou a compartilhar algumas informações sobre o que seria de sua vida passada, as coisas mudaram um pouco.


Segundo o menino, ele já havia morado em Marte durante sua vida passada.  Ele começou a descrever um planeta chamado Proserpina, que teria sido destruído a milhares de anos após um raio de energia partí-lo ao meio. Mas, com muita sorte, os habitantes haviam conseguido serem transportados para uma quinta dimensão, ficando a salvo da destruição completa. Boriska dizia saber disso pois enquanto morava em Marte, ele observou estes acontecimentos.


Além de Proserpina, Boriska contou aos pais que também visitava a Terra com frequência em missões científicas. Segundo ele, no nosso planeta havia apenas um continente, chamado de Lemúria. Aqui viviam os Lemurianos, seres com aproximadamente 9 metros de altura. Esta civilização também foi dizimada, por muitas mudanças no planeta, como a fragmentação deste grande continente. Marte também quase sofreu uma dizimação em massa, quando perdeu sua atmosfera e água.

 
O DESPERTAR DO EU SUPERIOR

Boriska contou que seu planeta anterior sofreu com uma guerra nuclear que praticamente dizimou a tudo e a todos. Sua população era bem similar à terra, com uma pequena diferença: mediam aproximadamente 7 metros! Os marcianos que se salvaram, Boriska diz que agora vivem sobre a superfície e se adaptaram para respirar o dióxido de carbono. Eles também não envelhecem como os terráqueos, por conta da falta de oxigênio. Eles praticamente param no tempo quando atingem 30 a 35 anos. Ele também contou que as sondas que se chocam contra o planeta vermelho se dá pelo fato de que elas possuem baterias que emitem radiação e portanto, as estações marcianas emitem sinais para danificar os equipamentos e abatê-los.


O menino também descreveu em detalhes incríveis sobre as naves que pilotava, composta por uma série de camadas de materiais diferentes, e que a aeronave podia viajar através de várias dimensões para chegar mais rapidamente ao seu destino.



A construção das pirâmides também teve os alienígenas envolvidos, e segundo Boriska, a humanidade não conseguirá achar nenhum conhecimento dos antigos egípcios enterrado sob a Pirâmide de Quéops, pois o conhecimento real está enterrado sob outra pirâmide que até o presente momento não foi encontrada e que quando for, ela poderá ser aberta por um mecanismo localizado atrás da orelha da esfinge.


Ele também explica o motivo de tantas desgraças acontecerem no nosso planeta. Segundo ele, os Lemurianos (antigos habitantes da Terra) inclusive foram dizimados pelo mesmo motivo: eles não quiseram desenvolver sua espiritualidade e saíram da trajetória que havia sido predestinada a eles, destruindo a integridade do planeta. Segundo ele ainda, precisamos aprender a amar incondicionalmente o próximo, não interferir no destino dos outros, sermos mais humildes e aceitar o que nos foi predestinado.


Todo este conhecimento não passou despercebido pela comunidade científica.  A sua história ficou mundialmente conhecida e assombrou a muitos pelo vasto conhecimento e detalhes que ele compartilhou sobre o sistema solar e outros planetas. Pela extrema inteligência do menino, alguns ficaram na dúvida se tudo não passava de sua imaginação misturada a todo o conhecimento que ele possuía. Mas o mais estranho é que o menino não havia em nenhum momento tido aulas de astrofísica e ele também surpreendeu pelo vocabulário técnico que utilizou para explicar tudo o que “lembrava”. Até hoje nenhum dos relatos foi confirmado, mas deixa aquela pulga atrás da orelha: “Será verdade?”


Boris foi afastado da mídia após estas revelações virem à público. Ele passou por muito bullying na escola e muitos o chamaram de louco.

https://perfeito.guru/lembra-vida-em-marte/

VOCÊ CURITU O SITE?
  • SIM

  • NÃO